Tudo que você precisa saber antes de uma viagem para França

tudo-que-voce-precisa-saber-antes-de-uma-viagem-para-franca.jpeg

A gente não sabe se são suas ruazinhas charmosas, sua gastronomia refinada ou sua arquitetura única, mas a França tem algo mágico e diferente de qualquer outro país da Europa.

Não é à toa que o país recebe em média 76,8 milhões de turistas por ano, segundo a Organização Mundial de Turismo — um número 20% maior do que a própria população francesa. Impressionante, não é? Se você já estava pensando em fazer uma viagem para França, pode ter certeza que vai querer comprar a passagem depois de ler esse texto.

Para facilitar o seu roteiro, elaboramos um pequeno guia que vai ajudar você a planejar melhor os seus dias nesse país sensacional. Já pode começar a sonhar com as tão desejadas férias na França!

Preparando a sua viagem para França

Você decidiu viajar para a França. Agora precisa ter algumas coisas em mente antes de planejar tudo. Primeiro: seu passaporte está em dia? Isso pode ser uma questão muito básica, mas tem muita gente que se esquece e acaba estragando os planos.

Paris shutterstock_112994110

Além disso, também verifique quando o seu passaporte vence. Existem algumas regrinhas quanto a isso para quem está indo viajar para países da Europa. Se você for passar 10 dias por lá, precisa desembarcar com o passaporte válido por, pelo menos, mais 3 meses e 10 dias. Para passar 15 dias, o seu passaporte deve estar com validade por, pelo menos, mais 3 meses e 15 dias. Para ficar durante 1 mês, o passaporte precisa ter validade para mais de 4 meses. E para ficar 90 dias, ele precisa ter 6 meses de validade.

Fique atento a tudo isso antes de qualquer coisa!

Conhecendo a França

Você não precisa de visto para viajar pela França por até 90 dias, ou seja, pode até mesmo estender o seu tempo por lá. Com relação ao que vai gastar, a média é de aproximadamente 60 euros por dia, talvez um pouco mais em Paris, onde os preços de hospedagem são mais salgados.

Quer aproveitar a cidade no verão? Vá entre julho e agosto. Já entre abril e maio, que é a primavera, e de setembro a outubro, que é o outono, o clima também é agradável. Há quem prefira ir de novembro a março, até porque a França é encantadora durante o frio. Mas é bom se preparar: no inverno, as temperaturas podem chegar a 1ºC.

Qual o transporte escolher para viajar pela França vai depender muito do seu roteiro e da sua vontade. Se não quiser dirigir, saiba que a malha ferroviária é excelente e conectada com toda a Europa. Viajar de trem pode ser uma ótima alternativa para quem quer conhecer mais de uma cidade na França e, de quebra, contemplar paisagens incríveis sem precisar estar com o olho bem atento à estrada.

Paris

Impossível não ficar fascinado pela Cidade Luz. A capital da França está cheia de construções grandiosas, monumentos, museus, cafés e muito charme. Os motivos para você passar dias por lá não são poucos.

Começamos com a Torre Eiffel, cartão-postal e maior símbolo de Paris. Construída em 1889, a torre é linda de dia e ainda mais bela durante a noite, com suas luzes encantadoras. Quem quiser, pode subir até o topo para ver a cidade do alto.

O Museu do Louvre também é passagem obrigatória: o pátio ao ar livre, sua pirâmide de vidro e todo o seu acervo faz qualquer amante das artes querer passar horas por lá ou, até mesmo, alguns dias para dar conta de tudo. Não deixe também de fazer uma caminhada pela Champs-Élysées até o Arco do Triunfo, e passear pelos 2 km de bares, restaurantes e lojas de grifes famosas.

Outro passeio imperdível: Montmartre. Imortalizada pelo filme da Amélie Poulain, a região é uma das mais bucólicas e charmosas da cidade. Você vai se encantar com os pintores de rua, os cafés e a Igreja Sacré-Coeur, que reserva uma incrível vista do alto. E para finalizar, vá ao Jardim de Luxemburgo, que fica nos arredores do Palácio de Luxemburgo, onde Maria Antonieta viveu.

Nice

Como não se apaixonar pela capital da Riviera? Nice está em uma extraordinária localização: entre a montanha e o mar. A atmosfera mediterrânea, com o mar azul-turquesa de um lado e elegantes edifícios litorâneos do outro, é o que faz o clima da cidade. Na Cidade Velha, um labirinto de casinhas esconde bistrôs, lojinhas e excelentes restaurantes.

No centro antigo há um museu todinho dedicado a Henri Matisse, que morreu na cidade onde morou durante 40 anos. Também dá para ficar de boca aberta com o Palais Lascaris, do século 17, que tem afrescos nos tetos e portas de prata em estilo rococó.

Córsega

Essa ilha, localizado a oeste da Itália, é conhecida como Ilha da Beleza. E não é para menos: essa maravilha do Mediterrâneo tem o mar com vários tons de azul e guarda paisagens naturais impressionantes, como as falésias do Calanche de Piana e as ruínas arqueológicas em Filitosa.

Além de tudo isso, a cidade respira história. Afinal, foi lá que Napoleão Bonaparte nasceu. E, apesar de fazer parte da França desde 1769, se você for para lá vai reparar que a cidade é diferente do restante do país, nos costumes e até mesmo no idioma. Vale muito a visita.

Lyon

A terceira maior cidade francesa é a capital mundial do tecido, por isso a presença de antigos ateliês e das grifes mais caras do mundo. E tem mais: Lyon é o centro gastronômico francês. Isso mesmo, aqui você vai comer muito bem! Dos mercados aos pequenos restaurantes, delicie-se com os pratos típicos da região.

Outra característica que chama atenção na cidade é sua extraordinária arquitetura com edifícios construídos na época em que Lyon se tornou uma grande cidade medieval. Por tudo isso, quatro bairros da cidade são patrimônio mundial da Unesco. Quer mais motivos para reservar um tempo por lá?

Comendo na França

A gastronomia da França é um capítulo à parte. Afinal, a terra do Guia Michelin, dos chefs mais consagrados e de uma das maiores escolas gastronômicas do mundo não poderia fazer feio.

Mas você não vai precisar gastar muito para comer bem no país. Existem muitas opções acessíveis, como os menus du jour, que servem entrada, prato principal e sobremesa a preços bem justos. Entre os pratos mais clássicos do país estão o bouillabaisse de Marselha, o foie gras de Périgord e o cozido de legumes ratatouille.

Ir à França e não ir às boulangeries, que podem ser comparadas às nossas padarias, é quase um pecado. Lá você vai saborear os tradicionais croissant, brioche e pain au chocolat. Também é obrigação ir às patisseries para se deliciar com as tortas, bolos e macarons. Gosta de vinho? Não deixe de provar os mais disputados rótulos, como bordeaux e borgonha.

Ficou com um gostinho de quero mais? Bom, agora é com você. É hora de planejar o seu roteiro e ver com seus próprios olhos todos os encantos desse país surpreendente. Certamente será uma experiência incrível!

Gostou? Conte pra gente no Whatsapp (Eric + 55 85 987 787 500) o que está planejando para sua viagem na França. Uma boa viagem!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.