Separamos um roteiro inesquecível da rota das emoções. Confira!

“Percorrendo meu Nordeste terra que fascina tanto

O sertão e a beira-mar doetando esse encanto

Me inspira noite e dia vira verso e depois canto”

Belezas do Nordeste ― Gil Martins

O que esperar de um percurso que é nomeado como Rota das Emoções? Nada mais que muita adrenalina, lugares de tirar o fôlego e emoções à flor da pele, não é mesmo? Não tem como fugir: as expectativas são muito altas para essa uma viagem como essa pelo Nordeste brasileiro.

Para entender melhor o que você não pode deixar de conhecer e que lugares visitar nessa região, nada melhor que ter em mãos um roteiro inesquecível. Pois bem, foi exatamente isso que fizemos para você. Leia esta postagem até o final e saiba o que fazer nesse lugar!

O que é a rota das emoções, afinal?

A rota das emoções é um roteiro cada vez mais famoso. Nada mais natural, já que conecta três estados do Nordeste: Ceará, Piauí e Maranhão — um espaço com um ecossistema diversificado e propício para muitas aventuras!

Ela foi oficialmente criada em 2005 e tem o objetivo de integrar as belezas naturais desses três pontos. Para quem não conhece a região, ela conta com 3 santuários ecológicos: Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (Maranhão), Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (Piauí) e Parque Nacional de Jericoacoara (Ceará).

Com tantas atrações assim, não é de se espantar que ela tenha que se tornado a queridinha de milhares de turistas. Nada mais natural, já que oferece opções para quem goste do turismo de aventura, ecoturismo e esportes. Tudo isso sem contar com o fato de as águas terem ótima temperatura e, de quebra, ainda contarem com boas ondas e ventos, facilitando a vida de quem gosta de curtir esportes náuticos.

Qual o roteiro ideal?

Para aproveitar todos os diferenciais dessa região, a rota passa por 14 municípios, então nada melhor que separar uma semana maravilhosa para curtir com tudo que tem direito. É claro que isso depende do orçamento que você tem disponível, mas o ideal é se programar para aproveitar em grande estilo.

Dias 1 e 2 — Jericoacoara

O trajeto mais comum costuma começar em Jericoacoara. O ideal é chegar em Fortaleza (capital do estado) e então partir para a cidade do mesmo dia — uma longa viagem, que pode durar de 4 a 5 horas para quem vai pela estrada.

Ainda assim, se quiser aproveitar, pode fazer um percurso diferente. Quem tem mais tempo, deve passar pelas praias, em uma viagem com duração de 10 horas, mas que é incrivelmente recompensadora. Essa é uma maneira de já entrar no clima, sentir o vento no rosto e se encantar com as belezas que o Nordeste tem.

Chegando a Jericoacoara, é bem provável que você fique ainda mais encantado. Pode aproveitar para conhecer a Pedra Furada, Árvore da Preguiça, Tatajuba, Duna do Funil (a maior do estado), Lagoa Torta e até Lagoa do Paraíso ― pontos turísticos da cidade.

Como falamos acima, tudo depende do tempo que você destinou para esse roteiro, mas é muito importante se programar para não deixar passar nada.

Dia 3 — Jericoacoara e Barra Grande

Como o tempo foi corrido nesse começo, aproveite parte da manhã para conhecer outros pontos turísticos de Jericoacoara, pois eles são muitos. Você não vai se arrepender!

O percurso continua em Barra Grande, outra cidade do mesmo estado. No meio do caminho, caso esteja animado, pode aproveitar para conhecer Camocim e ainda parar no Cajueiro da Praia, sendo este último o maior do mundo. Você vai se maravilhar com essa grandiosidade!

Barra Grande é uma vila com praias maravilhosas, restaurantes deliciosos e muitas pousadinhas que ficam à beira-mar, tendo um charme incomparável!

Dia 4 — Delta do Parnaíba

Saindo de Barra Grande, você não pode deixar de passar na cidade de Ilha Grande. Ela conta com o Porto dos Tatus, um ponto que merece ser apreciado e já está bem perto de Paranaíba.

Depois de apreciar, você pode partir para Delta, um lugar localizado entre os estados brasileiros do Maranhão e do Piauí. É muito importante comprar um dos passeios de lancha que levam para conhecer o local, pois eles garantem uma visibilidade ainda mais completa. Você vai se encantar com as dunas, manguezais e todos os detalhes que só esse lugar tem!

Dias 5 e 6 — Lençóis Maranhenses

Seguindo caminho na nossa rota das emoções, os viajantes não podem deixar de passar pelos Lençóis Maranhenses. O primeiro contato acontece com os Pequenos Lençóis, com possibilidade até de passeios de lancha para Barreirinhas. Essa é uma oportunidade de ver praias, dunas, rios e vários outros detalhes.

Lembre-se de que isso tudo é uma prévia. O que há de ainda mais imperdível está no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Esse é um dos lugares mais incríveis e bonitos do mundo — prova disso é que atrai turistas das mais diversas regiões.

Nada mais natural, já que são milhares de dunas à beira-mar e muitas lagoas de água doce. Você pode seguir o circuito da Lagoa Azul, que é o mais famoso e passa por várias lagoas. Antes de ir embora, aproveite para conhecer Atins e Caburé – duas vilas que ficam cada vez mais famosas.

Dia 7 — São Luís

São Luís também merece uma atenção especial. A cidade conta com um Centro Histórico encantador e a possibilidade de conhecer o maior acervo de azulejos fora de Portugal. Aproveite e visite a Lagoa da Jansen, saboreie a comida da região e encante-se.

Esse período da viagem costuma ser um pouco mais triste, já que sinaliza que essa experiência tão inesquecível está chegando ao fim. Portanto, tente aproveitar o máximo possível!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a Rota das Emoções e entende como ela é imperdível, não deixe de programar sua próxima viagem para lá. Você vai se surpreender com as belezas que o Nordeste tem.

Aproveite e dê uma olhada nos nossos pacotes para desfrutar de uma viagem como essa. Assim, fica mais fácil se preparar e curtir tudo em grande estilo e sem preocupações!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.