Checklist especial para curtir os passeios em Jericoacoara!

Viajar sempre traz experiências únicas e inesquecíveis, não é mesmo? Nós ainda temos a sorte de ter tantos lugares maravilhosos em nosso país para conhecer. A região Nordeste é uma das que reúne diversos pontos turísticos admiráveis, como as belas praias e os passeios em Jericoacoara.

Não há quem não se encante com as belezas naturais dessa pequena cidade do nosso litoral. Inclusive, Jeri já foi considerada várias vezes como uma das praias mais bonitas do Brasil e do mundo.

Que tal visitar esse destino incrível? Antes de arrumar as malas, confira o checklist a seguir com 10 dicas para curtir o local da melhor maneira possível!

1. Lembre-se do protetor solar

Uma das primeiras regras para quem está indo para a praia é não esquecer de proteger-se do sol. O nordeste brasileiro é quente o ano todo e recebe alta incidência dos raios solares, não só no alto verão mas também no inverno.

Isso significa que os visitantes devem considerar essa condição e colocar na mala um kit de proteção completo, incluindo filtro solar, chapéus, óculos de sol e roupas com fator de proteção solar.

É claro que lá existem lojas que vendem esses produtos, mas quem quiser garantir (inclusive um preço melhor) deve optar por levá-los de casa. Tal medida de precaução ajuda a evitar problemas como insolações, dores, desidratação e até complicações futuras, como o câncer de pele.

2. Leve dinheiro

Muita gente não sabe ou nem imagina, mas não existem bancos ou caixas eletrônicos na vila de Jericoacoara. Para conseguir encontrar um, normalmente é preciso pegar um transporte até Jijoca. Logo, é aconselhável levar uma quantia considerável de dinheiro em espécie.

A maioria dos estabelecimentos, como restaurantes, supermercados e hotéis, aceita cartão, mas para evitar surpresas é melhor perguntar antes. De toda forma, pequenas compras e passeios costumam ser pagos em dinheiro.

Essa é uma dica importante, já que hoje em dia muitas pessoas andam apenas com seus cartões, por segurança ou costume. Por isso, vale saber que o acesso aos bancos para sacar dinheiro pode não ser tão simples como imaginamos.

3. Deixe os saltos em casa

Já era de se esperar que um destino de praia fosse mais despojado, não é? Ainda assim, existem alguns deles em que as pessoas se preocupam em andar muito arrumadas, com salto alto e roupas elegantes.

Mas essa não é a realidade de Jeri. O clima do ambiente é bastante rústico e simples, mesmo que seja frequentado por turistas de todo o mundo e de diferentes classes econômicas. Portanto, as mulheres podem ficar despreocupadas e dar preferência às rasteiras.

4. Priorize os chinelos

Outra dica legal para curtir melhor os passeios em Jericoacoara é levar chinelos, já que as ruas são predominantemente de areia e terra — ou seja, não são calçadas. Sapatos fechados podem dificultar as caminhadas ou ficarão sempre sujos (inclusive, com areia dentro).

Então, é mais prático investir nos chinelos, que podem ser retirados e lavados a qualquer momento. Esse é o tipo de calçado que domina os pés dos moradores e visitantes do local, por isso não se esqueça de passar protetor solar nos pés também!

5. Pesquise sobre as opções de transporte

Chegar até Jericoacoara requer certa pesquisa e algumas decisões. Como a distância de Fortaleza — onde a maioria das pessoas chega de avião — é de 300 quilômetros, não é tão rápido e fácil assim.

Entre as opções de transporte estão:

  • contratar um transfer em um carro 4X4;
  • pegar um ônibus ou van até Jijoca e depois uma jardineira ao final do percurso;
  • alugar um carro — o que é mais recomendável para quem conhece bem a estrada, já que existem trechos mal sinalizados e que nem o GPS identifica muito bem.

É possível, ainda, fazer o trajeto de helicóptero, que leva apenas 50 minutos e é a forma mais confortável e rápida. Contudo, obviamente esse tipo de transporte tem um custo bem maior.

6. Evite andar sozinho

De maneira geral, o local é tranquilo e a falta de segurança não é um problema tão grave quanto nas grandes cidades do país. Porém, é sempre bom ser cuidadoso e evitar andar sozinho, principalmente se estiver com objetos de maior valor.

Como é um local muito turístico, mesmo que você tenha viajado sozinho certamente encontrará pessoas para fazer amizade e formar um grupo para os passeios. Aliás, isso pode ser muito útil na hora de pagar mais barato pelos transportes compartilhados!

7. Aproveite a gastronomia

Apesar de ser uma cidade pequena e simples, as opções gastronômicas são bem variadas — e, muitas vezes, sofisticadas e caras. Portanto, há alternativas para todos os gostos e condições financeiras (o mesmo acontece com a hospedagem).

Basta fazer uma pesquisa prévia ou pedir informações para as pessoas locais. A Rua Principal concentra vários estabelecimentos, que vão desde barracas até restaurantes mais requintados, pizzarias, hamburguerias, tapiocarias, entre outros.

8. Escolha a melhor época

É preciso considerar que cada pessoa tem suas preferências na hora de marcar uma viagem. Por exemplo, enquanto alguns querem aproveitar as altas temperaturas, outros preferem climas mais amenos.

Tendo em vista sua localização, Jericoacoara é quente durante todo o ano. No inverno a média é de aproximadamente 25°C e no verão é de 35°C. A temporada de chuvas geralmente ocorre de fevereiro a junho.

A alta temporada coincide com os meses de férias (julho, dezembro e janeiro), além dos feriados prolongados. Quem quiser viajar nessa época deve fazer reservas antecipadas e esperar preços mais altos.

9. Experimente um esporte aquático

Já pensou em surfar ou fazer kitesurf e windsurf? Para os mais aventureiros, é possível fazer aulas para começar a aprender ou apenas viver essa experiência. O vento em Jericoacoara é muito favorável para esses tipos de esporte, por isso não é difícil encontrar praticantes. 

10. Reserve um dinheiro para os passeios

Por fim, esteja ciente de que Jeri não oferece somente as belas praias da vila, mas também vários passeios para explorar melhor o local. Sendo assim, vale a pena reservar um dinheiro extra para curtir os passeios (em média, o transporte sai em torno de 300 reais para 4 pessoas).

Dentre eles estão a Lagoa do Paraíso, a Lagoa Azul, a Árvore da Preguiça e a praia de Tatajuba, que fica a 25 quilômetros e oferece um caminho lindo e cheio de dunas. A Duna do Por do Sol é outro ponto imperdível, especialmente nesse momento específico ao fim do dia.

Outro destino comum é a Pedra Furada, um dos pontos turísticos mais famosos. Para chegar até lá é possível ir caminhando (o que leva cerca de 40 minutos) ou de buggy/quadriciclo.

O ideal é aproveitar todas essas oportunidades e conhecer toda a região, desfrutando de paisagens únicas e curtindo a sensação de estar ligado à natureza. A ausência de uma infraestrutura moderna permite essa experiência, de forma que as pessoas realmente conseguem se desligar um pouco do mundo para descansar e aproveitar o momento.

E aí, gostou de saber mais sobre os passeios em Jericoacoara? Se ainda tiver alguma dúvida ou dica para acrescentar sobre esse destino, deixe um comentário e compartilhe conosco!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.